Em boa companhia...

Para começar - e como uma boa mãe-coruja - quero apresentar meus filhotinhos, que sempre estão ao meu lado enquanto trabalho ou nos momentos que dedico ao artesanato:
Esse 'malhelinho' é o Toby, que encontrei ainda bebê, perdido e aos berros em plena Radial Leste. A carinha já diz tudo: é levado da breca. É o que eu chamo de olhinho de jatubicada - os olhinhos redondinhos de quem é muiiito arteiro. É o meu menininho doce e amoroso.














A rajadinha é a minha amada rabugenta, medrosa, mau-humorada e apaixonada Melissa, uma gatinha que foi encontrada ainda bebê em um saco de lixo de uma casa abandonada, muito fraquinha e doente. Hoje, ela tem cerca de sete quilos e é do tipo "tourinho". Uma fofa, mas que não aceita colo e não deixa pegar. Mas passa o dia pedindo carinho...















Vocês não imaginam como faz bem para o coração e a alma ter companhias como essas. Elas são carinhosos, doces, apaixonados e apaixonantes... Quem diz que não gosta de gatinhos é porque nunca teve um. Quando tiver, vai mudar de idéia de um dia para o outro...

2 comentários:

Gatum disse...

Lucyyyyyyyyyyyyyy!!!!
Quero mais fotos dos seus filhotes!!!!
Bjos!

Louca dos Gatos disse...

a melissa tem muito cara de rabujenta - hehehehehe LINDOS