EXTRA! EXTRA!

Vocês não vão acreditar!!! Imaginem o que seria uma adoção dos sonhos pra mim, que estava com uma mamãe de lar temporário... imaginaram? Quem disse que eu consegui doar a mamãe e o filho que sobrou, acertou só a metade. Foi muuuuuuuito melhor: consegui reunir a família de novo (Lilás, Café e FIGO) e vão todos para um único lar, juntos. Tô super-ultra-megafeliz!!! :))
A história é incrível: o adotante do Figo passou em casa hoje e disse que o pequenino estava muito mal: não comeu, não bebeu, chamava pela mãe o tempo todo e ainda tremia feito gelatina quando alguém o pegava no colo. Reações típicas de filhotes que são separados das mamães e dos irmãozinhos, mas não tem jeito. Ninguém vai querer adotar uma ninhada inteira para evitar que isso aconteça. Às vezes, a gente consegue doar de duplinha, mas é difícil. Por isso, o Figo, que se mostrou mais corajoso, foi embora.
Hoje, chega um formulário de adoção no AUG para a Lilás e o Café. A futura adotante vai precisar de duas semanas de prazo para terminar a reforma do apartamento e queria, até lá, conhecer de perto a mamãe e o filhinho. Liguei pra combinar e ouço: "E o Figo? Eu táva paquerando a família toda e só não tinha pedido antes porque esperava pela reforma. Quando vi que o Figo foi adotado, corri mandar o formulário. Não tem jeito de juntar a família de novo?"
Claro que seria complicado, mas como o adotante disse que estava muito complicada a reação do Figo, liguei pra ele e contei a proposta da adotante da Lilás e do Café. Ele e a esposa gostaram muito do Figo, mas chegaram à conclusão de que, para ele, o melhor seria ficar com a mamãe e o irmãozinho! Fui buscar o menino, que não se continha de felicidade quando encontrou a mamãe - uma cena emocionante!
Agora, estou com a missão de encontrar outro filhotinho para a ex-família do Figo!! Melhor de tudo: ao invés de três (mamãe e filhotes), essa história vai render QUATRO adoções.
Alguém me chamou de "pé quente" nos comentários do post? Pé quente é pouco! Tá fervendo, pelando!!! IUPIIIII!!!!! EUBAAAAAAA!!!!!!!
Feliz, feliz, feliz!

A família reunida:





10 comentários:

Tânia (Marienkäfer Laden) disse...

Que maravilha, Lucy!!!
Ai, será que alguém não gostaria de adotar o Tico e a Bela? Aí as coisas estão caminhando bem. Eu estou desesperada, Lucy! Divulguei em vários sites, quase tô parando estranhos na rua e perguntando se querem 2 gatos.
Ah! Dê uma olhadinha no meu blog e participe da brincadeira em que indiquei vc!
Bjos!

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Oi Lucy, que felicidade a família ser adotada juntos. Será que essa outra família que ficou sem o baby não se interessaria pela Bebel ou pelo Zen que são os meus fofos preferidos ai do AUG. Tem o adicional de que gato adulto não destroi tanto o sofá (rs). Beijos

Lucy, disse...

Ana, bem que eu gostaria de indicar um desses, mas eles querem bebês, porque têm uma gatinha que ainda nem fez um aninho, adotada pelo AUG também. É uma pena, mas, ao menos, mais um terá lar garantido. E um lar muito carinhoso. O casal é um belo adotante.

Louca dos Gatos disse...

ai que delicia, lucy! eu naõ tava sabendo desta festa toda! to muito feliz!!!! beijo na família toda =D

Silvia disse...

Ahhhhhh Lucy!!!
que delícia de final feliz!!!
parabéns pra você e para a família felina!!!
E desejo muito que os adotantes do Figo consigam um gatinho muito fofo!!!
ahhhhhh que legal!!! :D
Bjocas!

disse...

que post, hein?

e que dia... os pequenos são lindos de viver e estão quentinhos e alimentados, felizmente.

deixei uma brincadeirinha pra vc no blog! passa lá! :)

Nana disse...

Que final mais que feliz para esta família de gatuchos!!!
Parabéns pelo pé... rs
Bjs

Japa Girl disse...

Que máximo! Isso sim é que é alegria! Que bom que todos ganharão um lar maravilhoso. Agora é só achar um bebezinho para o casal que ficou sem o Figo.
Vou corrigir: Você não é pé quente, é fervente!
Bjo!

Flávia disse...

Adorei ler essa história. Quero um pouco da sua sorte, pois tenho uma família enooorme para ser adotada. Se eu conseguir um lar para cada um já fico feliz!

Silvia disse...

Olá! muito legal a história. Eu já tive gatinhos para doar e sei o quanto é difícil. Como vc, amo gatos. Tenho duas gatinhas muito fofas. Minha experiência de vários anos tendo gatos me inspirou a escrever um artigo para pessoas que não tem gatos, gostariam de ter, mas estão em dúvida por não conhecerem a verdadeira personalidade destes bichinhos encantadores e mal interpretados. Se vc tiver um tempinho e quiser me prestigiar, o endereço é:
http://www.biologados.com.br/manuais/manual_gato/introducao.htm
Meu objetivo com este "Manual do gato" é que mais pessoas adotem gatos e que diminua o número de gatos abandonados por aí.
Abraços, Silvia.